Resgate

Isis

Foi abandonada pelos seus donos nas ruas onde apanhava e estava jurada de morte. Uma pessoa a retirou das ruas e a acorrentou a um caminhão! Recebemos então um email de uma pessoa que soube da situação e procedemos ao resgate!

Isis não estava mau, porém já havia apanhado muito, o que nos é revelado pelas suas cicatrizes e a fratura da cartilagem da orelha direita. Foi levada para clínica para avaliação e de lá para o Canil no Embu das Artes.

Recentemente, em uma quarta-feira fomos informados pelo canil que a Isis não estava bem e não estava se alimentando. Mandamos buscá-la imediatamente e foi avaliada pela nossa veterinária na tarde do mesmo dia.

Foi constatada uma piometra aberta. Iniciamos os antibióticos e foi marcada castração para sexta cedo, porém, no final da quinta, Isis apresentou febre e desânimo, de forma que a levamos para a clínica.

Decidimos antecipar a cirurgia pois não queríamos por a Isis em risco e acabar com seu sofrimento!

Após a cirurgia soubemos que nossa insistência em antecipar a cirurgia estava correta, pois fora a piometra havia ocorrido a perfuração do útero, provocando uma peritonite (contaminação da cavidade abdominal pela secreção da piometra). A Situação era bastante grave, quase chegando a um choque séptico, de forma que Isis teria que ficar internada por mais de uma semana recebendo antibióticos injetáveis e toda atenção dos médicos e enfermeiros da Clínica Veterinária Interlagos, que fizeram um excelente trabalho!

Após a alta, Isis foi para o Hotel / Canil Nemi’s Place, onde está hoje, muito bem assistida e tratada com carinho.
Algumas fotos da Isis no dia do resgate, na primeira clínica, no canil do Embu, na Clínica Interlagos e no Nemi’s Place.