Depoimentos

Acompanhei de perto a evolução e socialização de alguns cães. Um caso inesquecível foi um pit que quando o conheci, fui orientada a não encostar perto de seu canil pois poderia me morder devido a seus tramas anteriores. Além de apresentar uma aparência sofrida e desnutrida. Depois de poucos meses me emocionei ao ver este cão forte, saudável e no colo de um dos responsável do canil, quando o trouxe para que eu pudesse interagir com ele sem problemas! E minha extrema alegria quando posteriormente ele foi encaminhado para uma família! A vida de mais uma vitima da sociedade foi salva!

Juliana

Tive a oportunidade de conhecer a seriedade e dedicação do trabalho da Dra. Patricia Cancellara junto aos pitbulls e outros cães de grande porte. No momento atual quando a raça pitbull é tão discriminada e mal compreendida, é crucial que a Pitcão continue a resgatar e albergar esses animais que, do contrário, correm risco de morte quando soltos nas ruas, ou acorrentados em domicílios onde são maltratados. Patricia precisa de apadrinhamento para poder fazer a parte mais dificil : identificar o caso, resgatar, conseguir hotéis onde os animais sejam bem-tratados e providenciar transporte. Mas não termina aí: em seguida tem todo o processo de acompanhamento da saúde física e menstal do animal, visitas, medicação, além do trabalho de procurar adotantes responsáveis e amorosos. Isso multiplicado por cada animal! Quem apadrinha só precisa fazer um depósito bancário mensal e sentir a paz da consciência de quem sabe fazer parte daquela parcela que se importa, que valoriza o Bem. Eu mesma tive a alegria de ser madrinha de alguns animais resgatados pela PITCÂO, já encaminhados. Ajude!

Nina Rosa Jacob
Instituto Nina Rosa - projetos por amor à vida
www.institutoninarosa.org.br

Nina Rosa Jacob

EU CONHEÇO A PROTETORA PATRICIA CANCELLADA HÁ ANOS E SEI DO TRABALHO DELA E O AMOR INCONDICIONAL QUE ELA TEM PELOS PITS, SEMPRE SE SENSIBILIZA POR ELES, RAÇA QUE A MEU VER, CONFORME ANOS NA PROTEÇAO ANIMAL, É INDISCRIMINADA POR QUASE TODOS. A PATRICIA FAZ UM TRABALHO MUITO SÉRIO, HONESTO E TRANSPARENTE. ELA RESGATA, ABRIGA, TRATA E CUIDA DE MUITOS ANIMAIS, PRINCIPALMENTE PITS, ROTTS E CÃES DE RAÇAS GRANDES, ELA TEM MUITOS, MAIS DO QUE NO CCZ/SP. DEPOIS, ELA DISPONIBILIZA PARA ADOÇÃO. ELA TEM UM CORACAO ENORME, CHAMA TAXI DOG PARA LEVAR NA CLINICA E SE TEM QUE OPERAR ELA ASSUME E CUIDA COMO SE FOSSEM VERDADEIROS FILHOS, É UM AMOR INCONDICIONAL E SEM LIMITES ONDE ELA FAZ O QUE FOR PRECISO PARA CUIDAR DELES. ELA GASTA COM REMEDIOS E TRATAMENTOS E CIRURGIAS. ELA É UMA MULHER MUITO CORAJOSA MESMO.

Antonella

Em todos os meus anos de ativismo animal, confesso, por muitas vezes, ter chegado perto de desistir, de aceitar que este mundo não tem espaço para o amor e o respeito ao próximo. Mas, a cada recaída, lá estava um novo email da Patricia e do seu Projeto Pitcão, lutando bravamente contra o abandono, os maus tratos e a crueldade. Sim, porque a Patrícia tem a coragem de recolher e cuidar daqueles que ninguém mais quer, da fatia mais renegada da sociedade canina. E é justamente nela que me espelho e nela que penso quando bate a desilusão... Se esta guerreira - que tanta coisa de terrível já viu - segue lutando, como posso desistir? Se todo trabalho fosse assim sério e cheio de amor e dedicação, os animais seriam muito mais felizes aqui. Por isso mesmo, mentora e projeto terão meu apoio sempre!

Deise

O trabalho realizado pela PITCÃO, é sem palavras, eu sou o mais novo dono de um PIT de 3 a 4 anos de idade e que parece um filhote, carinhoso, obediente, muito brincalhão, vocês todos estão de parabéns, se existissem mais pessoas que acreditassem que a RAÇA PIT BULL não são ferozes e sim as mas pessoas que o transformam, são doceis como qualquer animal bem cuidado, estou muito feliz com a adoção. abraços

Anderson Luiz Nogueira

Patrícia, Fiquei mto contente com a adoção do Arata! No sábado fomos visitar ele e o novo dono em Mogi com o J Reis. Foi mto emocionante. Precisava ver a felicidade do bebe. Tirei algumas fotos, depois q baixar te mando. Obrigada por fazer isto possível. Alegria de poder fazer parte! Aqui vai o depoimento, Bjos! Terminal varginha, abril de 2011. Recebemos um apelo que dizia assim: "Amigos ontem fui resgatar uma cadela prenhe no Terminal Varginha, lá é um horror de cães abandonados, tem um pit bonzinho muito triste e cheio de sarna que foi abandonado peço dono, tem um cão do tamanho de um labrador preto de coleira já velhinho, tem cadela no cio, tinha um cão que toda hora atravessa de um lado para o outro na Avenida Teotônio Vilela, tirei algumas fotos e estou repassando para ver se alguém pode ajudar esses coitados, eu também no Sábado recolhi 4 bbs na Estrada do Alvarenga quando estava indo fazer um taxi dog não deu para deixar para tras os bbs, que alías dois estão internados, qualquer dúvida me liguem. (Angélica Reiki e Airton - Protetores, Taxi Dog e Resgates)" Meu coração ficou apertado com a situação do pit que havia ficado lá sem resgate. Enviei uma solicitação à Patrícia Cancellara da Pitcão e me ofereci a amadrinhá-lo. Fui prontamente atendida com o apoio e o resgate dele. Pela candura e doçura desse pit, resolvi chamá-lo de Arata, que em japonês significa doce. A Pitcão o levou até um hotel onde foi tratado com todos os cuidados para sua reabilitação. Ele estava com três tipos de dermatites e muito abatido, não tinha nem ânimo para ficar em pé. Sofreu nas ruas o abandono e maus tratos. E assim ele foi reabilitado e preparado para um dia ser adotado. Após um tempo, o Arata foi removido para um outro hotel, onde teve a felicidade de conhecer seu novo dono, o Anderson Nogueira. Além do trabalho maravilhoso desempenhado da Patrícia, este hotel tem a linda missão de divulgar os cães que lá ficam hospedados para adoção. Meus parabéns e agradecimentos ao José Reis! Este foi um final muito feliz do qual tive a oportunidade de participar e só tenho a dizer que a felicidade e satisfação são incomensuráveis. Ver o Arata feliz em um novo lar é uma realização ímpar. Agradeço a Patrícia por fazer isto possível e compartilho esta felicidade com vocês! Minha gratidão ao Anderson que adotou o Arata e o recebeu com tanto carinho. Lindo de ver vocês juntos! Abraços, Cris Kim

Cris Kim

Boa noite Patty! Tudo bem? Estou enviando novas fotos do Be!!! Ele esta lindo Demais ( e nao e pq sou a mae nao kkkkkk) mas esta a cada dia mais lindo e espoleta. Acho que nao nesse fim de semana mas no outro vou visitar o canil do Ze e o Be ira conosco p rever a maezinha.... Patty vc nos deu a maior alegria de nossas vidas! Eu e o Ricieri so temos a lhe agradecer!! Beijos enormes minha querida

Flavia Dantas

Gostaria de começar parabenizando o trabalho feito pela pitcão, pois sabemos que o quanto é difícil resgatar e cuidar desses cães que são tão descriminados pela sociedade, eu sou o novo dono de um pit (xuxu) e confesso que por vezes fiquei meio relutante se estaria fazendo a coisa certa em adotar um cão que é tido como "agressivo"... mais quando conheci o xuxu e quando ele chegou na minha casa eu tive certeza que tinha feito a coisa certa sim, ele é um cão que passou por coisas e ruins e nao perdeu a capacidade de retribuir o carinho que lhe é dado, hoje eu tenho um cão muito carinhoso e dócil, graças ao trabalho de ressocialização feito pela pitcao, por tanto deixo aqui o meu muito obrigado e meus parabéns novamente.

Vinicius Meneses

Um amigo para todas as horas, são eles, sempre dispostos a nos ouvir. Eles tão temidos por uns e judiados por outros, dizem que são agressivos, mas ninguém olha para dentro de si e vê sua própria agressividade sua ignorância, eu também pensava assim, até o momento que conheci o Julio e Atena, ambos sofreram maus tratos e nem assim desistiram de viver e virar amigo de outro humano. Bem Atena não tem a pata (pezinho) e o Julio tomou uma machada e é cego de um olho, como é difícil adotar um animalzinho deficiente neh? Ninguém quer claro, porque vai dar trabalho futuramente, bem eu também sofro este preconceito, pois sou deficiente físico. Mas tive uma pessoa que me ajudou e acreditou que minha vida tinha valor, minha mãe, e assim quero fazer com eles, fazer eles sentirem que suas vidas tem valor, e se tem, grandes amigos para todas as horas, defensores, brincalhões. Julio e Atena os meus eternos amigos...

Thiago Silva

O trabalho da Patricia Cancellara Pitcão é lindo, ela não é uma ong, não possui canil próprio. Resgata cães pitbull abandonados e muitas vezes mutilados, espancados. Infelizmente a raça foi covardemente usada e descartada. O Projeto Pitcão Patricia lhes devolve dignidade, assistência, lhes devolve a fé no ser humano, todos passam por adaptação para serem adotados. Ajude você também, adotando um desses cães maravilhosos, apadrinhe, compartilhe e lhes dê a chance de terem uma nova familia e amor. Ajude a Patricia a continuar esse trabalho.

Denise Morais