A Verdade sobre Pitbulls

 

A FERA DA FÚRIA DO HOMEM: PIT BULL

 

Quando um Pit Bull ataca alguém, a imprensa publica com o maior destaque. Mas todos os outros Pit Bulls, que dia após dia fazem apenas coisas dignas de admiração, continuam completamente anônimos.


Vários Pit Bulls trabalharam como cães de resgate após o atentado de 11 de Setembro.
Arriscaram suas próprias vidas e se machucaram salvando pessoas que nem conheciam, e ninguém soube disso.
Os voluntários com cães de outras raças eram entrevistados, mas os que tinham Pit Bulls só apareciam passando ao fundo e vasculhando os escombros.


Os Pit Bulls são tratados como se fossem todos criminosos.
No mundo inteiro, existem Pit Bulls  trabalhando como cães de Polícia…
…Pit Bulls que fazem terapia com crianças, idosos e doentes em hospitais e abrigos…
… e Pit Bulls que fazem parte de milhares de famílias, protegendo-as ou simplesmente lhes dando alegria e amor.
Mas estes NUNCA aparecem no jornal ou na tv.
O público gosta de ver violência, e não cachorros lambendo e abanando o rabo.


Pit Bulls de caráter irretocável são a regra, e não a exceção da raça.


Por este motivo é que quem realmente conhece a raça,  a defende tanto: CONFIANÇA.
Ham, um pitbull que desde filhote era colocado em rinhas por seu primeiro dono. Muito ferido, foi salvo da morte pela polícia. Ham perdeu seu olho esquerdo, mas não sua capacidade de amar.  Foi adotado e vive hoje  nos EUA com sua nova família, que o define como "o cão mais carinhoso e alegre do mundo".  Este é o verdadeiro convívio que um Pit Bull pode proporcionar.
Por isso é que tantas pessoas amam e defendem esta raça de cachorro.

E agora querem criar uma lei  que esterilize todos os Pit Bulls, para causar sua extinção a médio prazo. A raça humana, a mais temível de todas, extermina diariamente dezenas de milhares de animais de inúmeras espécies, inclusive da sua própria.
Pais matam seus próprios filhos, filhos matam seus pais. E ainda não há leis suficientes para nos proteger dessa ameaça que é o Homem – o único animal que mata por prazer e por dinheiro, e o único a treinar filhotes de outros animais  para matarem por ele.


O grande pecado do Pit Bull  foi não saber escolher suas amizades. Querer ter, como melhor amigo,  logo o Homem.
E agora, como se proteger da fúria deste animal violento e cruel?

Ótimo texto em todos os aspectos, as imagens também ilustraram muito bem. Lembro que uma vez, quando era bem mais nova escrevi um texto sobre isso, era uma redação do colégio com o tema "Quem sou eu", e eu poderia ser qualquer coisa, escolhi ser um Pit Bull. Nesse tempo o assunto tinha alguma polêmica mas não era o assunto da hora, e lendo esse texto não consigo entender como algumas pessoas não percebem que o homem procura sempre alguém para culpar.  A mídia se aproveita disso, sempre se aproveitou, a mídia coloca a etiqueta de VILÃO E MOCINHO e as pessoas caem no conto, nasce o ódio "platônico". Resumo aqui meus comentários já que o texto não deixa a desejar.


FONTE: http://pt-br.wordpress.com/tag/animais

17/08/2007